JOÃO TUIU

Conheci João Tuiu numa noite triste de inverno. Velávamos o pai de um grande amigo e, João, com sua capa de cavaleiro, seu cabelo comprido encaracolado e sua longa barba, sentado num canto da sala, fazia companhia para nós. Às vezes, ele cochilava; outras, acordava e me pedia chá e bolacha. O dia amanheceu, outros … Ler maisJOÃO TUIU

SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESEN

CENTENÁRIO DE NASCIMENTO, MAR DE ETERNIDADE No dia 6 de novembro, Portugal e o mundo celebraram o centenário de nascimento da poeta e ficcionista Sophia de Mello Breyner Andresen (1919 – 2004). Agraciada em vida com inúmeros prêmios, destaco o Prêmio Camões e o Prêmio Pessoa, ambos a ela atribuídos em 1999. Adentrar a sua … Ler maisSOPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESEN

JOÃO BUIU

Conheci João Buiu numa noite triste de inverno. Velávamos o pai de um grande amigo e, João, com sua capa de cavaleiro, seu cabelo comprido encaracolado e sua longa barba, sentado num canto da sala, fazia companhia para nós. Às vezes, ele cochilava; outras, acordava e pedia-me chá e bolacha. O dia amanheceu, outros amigos … Ler maisJOÃO BUIU

CARTA DE AMOR À MANUELA E ZUMA

A primeira vez em que nos encontramos, por volta das seis e meia da manhã, era inverno. A menina vinha de mãos dadas com o pai, mochila nas costas, gorrinho de lobo na cabeça e, numa das mãos, segurando bem firme, a guia de sua cachorra – uma bordercollie preta, com as patas, o peito … Ler maisCARTA DE AMOR À MANUELA E ZUMA

FELÍCIA LEIRNER

Existem pessoas que transcendem a curva da existência e o espaço geográfico em que viveram e ficam, para sempre, eternas em todos os lugares. Francisco de Assis, Fernando Pessoa, Einstein, Freud – entre tantos outros artistas, religiosos, cientistas – alcançaram essa proeza. Aqui, bem perto de nossa terra e de nossa gente, em Campos do … Ler maisFELÍCIA LEIRNER

ESTÁTUA VIVA: VIVAS À SANTA DE RUA

Pindamonhangaba foi agraciada com a presença de uma santa que emoldura a esquina da Rua dos Andradas com a Rua Deputado Claro César: de manto branco, coroa dourada, faixa vermelha pendente e um “menininho Jesus” nos braços, esta estátua viva dá vida à Virgem Maria. As pessoas que passam na Praça Monsenhor Marcondes são surpreendidas … Ler maisESTÁTUA VIVA: VIVAS À SANTA DE RUA

O JARDIM DE MARINA

Mar, Marina, imensidão. Assim eu defino Marina das Graças Furtado, mineira de São Gonçalo do Sapucaí que, em 1970, veio para Pindamonhangaba e aqui trabalhou, criou seu único filho e se estabeleceu. Nestas cinco décadas, fez grandes amigos, constituiu uma nova família com “pais, irmãos, tios e filhos do coração” e, na pequena varanda de … Ler maisO JARDIM DE MARINA

O DOCE SONHO DAS IRMÃS MARTINS RANDIS

A imagem é surreal: no pórtico de entrada do Bosque da Princesa, de sexta a domingo, elas sempre estão com a haste colorida repleta de um inesquecível sonho de infância: algodão-doce. Branco, amarelo, azul ou rosa? Você escolhe! Eu sempre escolho o branco. Essa cor de algodão-doce me remete a uma memória afetiva da infância, … Ler maisO DOCE SONHO DAS IRMÃS MARTINS RANDIS