DÚVIDA E FILOSOFIA

A experiência filosófica envolve, classicamente, dois processos importantes: o estranhamento do ser perante o mundo e o questionamento. O ato de questionar, estabelecendo portanto dúvidas, frequentemente, possibilitará uma percepção mais profunda, mais clara e sobretudo mais ampla de certos aspectos do nosso processo existencial. Ter dúvidas é um desejo evidente de se alcançar um conhecimento … Ler maisDÚVIDA E FILOSOFIA

UM HERÓI DO PENSAMENTO

O filósofo cearense Raimundo Farias Brito, se não foi o maior pensador brasileiro, foi um herói do pensamento. Na sua época, sem saber o que é esmorecer, seu espírito transformou-se num foco de luz na sombra do obscurantismo, alimentado do entusiasmo pelo saber puro que vibrava na raiz de seu ser. Estudioso e conhecedor profundo … Ler maisUM HERÓI DO PENSAMENTO

EU ESTIVE LÁ…

Os neurocientistas, nos últimos anos, vêm empregando enormes esforços nos estudos relativos ao desenvolvimento cerebral e às funções desse importante e nobre órgão do nosso corpo. Muito se tem pesquisado no fenômeno “Registro Automático de Memória (RAM)”, que, em simples palavras, significa: todos os fatos, em especial, os mais marcantes (positivos ou negativos) ficam gravados … Ler maisEU ESTIVE LÁ…

IDEIA DE HUMANIDADE

Muitos estudiosos afirmam que as ideias assemelham-se aos seres vivos: nascem desenvolvem-se, mas, ao contrário destes, estão livres da terrível lei da morte. Prosseguem sua vida própria, indubitavelmente mais duradoura e mais marcante do que a nossa que é tão efêmera. Se, como afirmou o sábio grego Platão, seguidor de Sócrates, forem imperecíveis, não ficam … Ler maisIDEIA DE HUMANIDADE

MEDICINA ESPACIAL: ALGUMAS REFLEXÕES

No mundo todo aumentou o número de pessoas que viajam de avião, em especial, no fim do ano. No Brasil, milhares de pessoas lotam os aeroportos (no mais das vezes sem estrutura adequada) e aviões. Evidentemente, com o aumento explosivo de viagens aéreas, em termos proporcionais, cresce a ocorrência de agravos à saúde ou problemas … Ler maisMEDICINA ESPACIAL: ALGUMAS REFLEXÕES

DIÓGENES E CINISMO

Diógenes de Sínope (Sínope 404 AC – Corinto 323 AC) foi um filósofo da Grécia antiga, discípulo de Antístenes, que foi discípulo de Sócrates. Fez da pobreza sua extrema virtude, possuindo apenas um alforje, um bastão e uma tigela. Morava num tonel ou barril e perambulava pelas ruas carregando uma lamparina durante o dia, dizendo … Ler maisDIÓGENES E CINISMO

PINDAMONHANGABA E A TROVA

O encanto de Pindamonhangaba com o movimento trovadoresco data dos idos da década de sessenta quando o poeta fluminense Orlando Brito , na “Terra Fértil do Saber e da Aptidão” divulgou a trova e realizou alguns concursos de âmbito Regional e Nacional.Diga-se , de passagem, que a Princesa do Norte Paulista sempre teve trovadores da … Ler maisPINDAMONHANGABA E A TROVA

INTERNET:CONEXÃO E RISCO

Há algum tempo, a TV CANÇÃO NOVA, muito apreensiva com a influência da comunicação em especial a INTERNET,convidou-nos para debater a polêmica questão: INTERNET E ADOLESCENTES, num programa de abrangência nacional, com uma hora de duração, e que, na época , teve uma repercussão muito grande. Um fato inquestionável dos nossos tempos se apresenta: a … Ler maisINTERNET:CONEXÃO E RISCO

CORA CORALINA: UMA LIÇÃO DE SABEDORIA

Estudiosos de Teoria Literária afirmam que a boa Literatura, na maioria das vezes, é um processo vivencial, somente exequível após muita experiência e amadurecimento. É exatamente isso o que acontece com o mundo literário de Ana Lins dos Guimarães Peixoto Bredas, por nós conhecida como CORA CORALINA, que nasceu na Cidade de Goiás em 1889 … Ler maisCORA CORALINA: UMA LIÇÃO DE SABEDORIA

SER HUMANO … SER COM O OUTRO?

Nós, seres humanos, desde o momento inicial de nossa existência, construímos o nosso viver a partir das relações mantidas com a condição de ser do Outro, relação esta que ocupa um espaço deveras importante e fundamental em nossas vidas. Essas relações se tornam complexas visto que são marcadas pelas diferenças que existem entre as pessoas. … Ler maisSER HUMANO … SER COM O OUTRO?