Lembranças Literárias : A saudade

Quando se guarda em mente a imagem bela
duma mulher que nosso amor enlaça,
em tudo que se fita, o olhar abraça
um quer que seja que nos fala dela.

É que a saudade faz com que renasça,
como acendendo o esquema duma tela
eu lhe pasmando a pálida aquarela
em viva estátua de sorriso e graça.

Mas se essa amada um dia nos esquece
e morre em nossa mente a imagem casta
como um golpe fatal, sustando bodas,

Nem vale mais viver, porque parece
que tal desilusão somente basta
para matar as esperanças todas.

Joviano Homem de Mello, Tribuna do Norte, 20 de outubro de 1921

Desenvolvido por CMC Multimídia
Tamanho da fonte
Modo Contraste