Vanguarda Literária : ADOLESCÊNCIA NOS TEMPOS ATUAIS: DESAFIOS

Por José Valdez de Castro Moura

No contexto da evolução humana, a Adolescência é a idade em que se realiza o florescimento pleno do desenvolvimento corporal humano e a paulatina consciência do “ Eu”, o desejo irrefreável do autoconhecimento e a luta pelas conquistas humanas. Na condição de crianças, somos possivelmente felizes,fase sempre lembrada em que construímos o mundo mágico do nosso viver.Aos pouco,chega a percepção das limitações, a incerteza da condição humana e a necessidade imperiosa do outro como referencial importante para o processo de continuidade da vida.Os filósofos existencialistas afirmam que a solidão pode ser conceituada como a ausência do outro.E,nesse mundo novo que se apresenta, que oferece um oceanos de possibilidades e dúvidas ,que chega o adolescente,cheio de força e de vida,ansioso por novas descobertas,da vivência de um esperado presente cheio de inquietações.
O adolescente do século XXI, sem referenciais confiáveis e sobretudo destorcidos, com limitações impostas pelo meio, o adolescente é atirado num mundo confuso,um mundo novo( que não é “O admirável Mundo Novo” do evolucionista inglês Aldous Huxley ,descrito em 1932), mas, um contexto cultural em que imperam valores negativos como a banalização do sexo e da violência. Presencia-se o tempo do imediatismo, do descartável,da falta de comprometimento. Dessa maneira, o adolescente está lançado numa sociedade contraditória que tanto cobra dele atitudes “adultas” e, quando convém, o joga na condição infantil, da inexperiência e da imaturidade. Assim,vemos o “ficar” como um fenômeno descartável, sem laços, porque, manter relações sexuais, sim, com todos os cuidados contraceptivos, entretanto, a gravidez na adolescência assume ares de um grande problema com repercussões pessoais, familiares e sociais, até medicalizado segundo as convenções e valores de determinada sociedade. A adultície cada vez é mais prolongada, mas, a “criança” cresceu, questiona e está perdida, sem tempo-espaço para a vivência do amor que descobre a cada dia no seu universo existencial. O viver-adolescente no nosso século é intensamente desafiador, sofrido, mais problemático e difícil do que se possa imaginar. Preocupam-nos não só os problemas da juventude brasileira, mas, também dos jovens que integram as milhares de famílias de refugiados que cruzam a Europa em busca de oportunidades ,fugindo das guerras, da fome e da miséria. Eis um trágico exemplo que torna imprescindível uma profunda e necessária reflexão sobre a questão da vulnerabilidade que cerca o adolescente no nosso mundo atual. Nesse panorama de incertezas,conflitos de gerações, dúvidas, violência dos adolescentes e contra os adolescentes,comportamento de risco, contemplamos o processo-adolescência dos mais complicados da História da Humanidade. Atentemos para o fato de que o progresso da humanidade não se faz só em termos de desenvolvimento tecnológico, mas, em especial, com o crescimento humanístico e espiritual das gerações. E, o nosso compromisso com a nova geração é imenso, portanto, os gestores públicos, nós educadores, temos uma responsabilidade enorme com o futuro dessa geração pelo bem da humanidade. Enfrentemos os desafios. Pensemos no futuro dos nossos jovens! Levemos para eles a luz da esperança num Brasil melhor e menos desigual! Tudo passa sobre a face da terra. Nossa Pátria vive a maior crise econômica e moral da nossa História! Os que atualmente dilapidam as nossas riquezas, pilham a nossa pátria, eles passarão! Lutemos todos pelo resgate da dignidade Nacional! Que Deus nos ilumine!

Desenvolvido por CMC Multimídia
Tamanho da fonte
Modo Contraste