Registro Cultural : APL: 56 anos contribuindo para a cultura local

Por Altair Fernandes Carvalho

Criada pela Lei Municipa nº 664, de 18 de dezembro de 1962, a APL-Academia Pindamonhangabense de Letras, atualmente sob a presidência da escritora Elisabete Guimarães, comemora 56 anos de existência. Para comemorar a data, a diretoria da entidade informa que haverá uma sessão festiva de encerramento de mais um ano de atividades nesta sexta-feira (14), com início às 19 horas, no Museu Histórico e Pedagógico D. Pedro I e Dona Leopoldina.
Segundo a acadêmica integrante da comissão responsável pela sessão festiva, Rhosana Dalle, “Desta vez será uma oportunidade do acadêmico presentear sua academia, uma retribuição, uma homenagem para esta nobre instituição que tanto nos honra, nos orgulha e nos acolhe”.
Rhosana convida os acadêmicos a divulgarem “seus feitos” realizados durante o ano. “Vamos preparar mesas que estarão à disposição para seus livros, resenhas, músicas, diplomas, poemas, medalhas, troféus, certificados e homenagens, enfim tudo que queiram compartilhar”, explica.
“Haverá um sarau festivo envolvendo os membros da APL com música, declamações de poesia e muita prosa, coisa que às vezes nos falta tempo nas sessões solenes”, complementa.
A diretoria APL solicita aos acadêmicos que participem levando um prato de salgado, doce ou bebida e que o bolo de aniversário será uma cortesia da entidade.

Desenvolvido por CMC Multimídia
Tamanho da fonte
Modo Contraste