Registro Cultural : APL premia alunas poetisas da escola Ryoiti Yassuda

Por Altair Fernandes Carvalho

Na plenária solene da APL – Academia Pindamonhangabense de Letras, realizada na sexta-feira (24), no Museu Histórico Dom Pedro I e Dona Leopoldina, uma das atrações foi a premiação ao concurso de poesia promovido pela APL junto às escolas. A escola da vez foi a Ryoiti Yassuda e os premiados e seus respectivos trabalhos (declamados pelos autores na plenária) o leitor confere nesta coluna.


1º lugar
Título: Data e dedicatória
Autora: Natalia Leandra Lemes –
Série: 3º ano
Ensino Médio

Mãe,
Todo dia sinto teu amor devagarinho caindo sobre mim

Mas, tenho medo de falhar contigo,
Quando eu chegar ao fim
Por mais que eu não te veja,
Não te abrace, não te beije
O meu coração transborda de paixão
Quando a sua imagem me vem ao pensamento.

Porque por mais longe que estejas
Eu sei que cada momento que vivi contigo foi de puro sentimento.
A cada dia, a cada passo,
Cada vitória, até as derrotas
Dedico-lhe.

Minha heroína
És minha rainha
O dia 21 de maio ficou marcado
Por mais que seja uma data triste
Ela ficou no passado
Mas, eu te amarei pra sempre!
E por mais que toda hora de ti eu relembre
Estarás em meu coração
Porque és minha única e eterna paixão.
Patrícia…

2º lugar
Título: A verdadeira face
Autora: Ana Paula Arruda de Camargo Soares
Série: 2º ano
Ensino Médio

Linda menina dos olhos tristes
Seu sorriso é tudo que te salvas
Pois, seus olhos são infelizes
E isso reflete em sua alma

Linda menina do sorriso encantador
Não perca a esperança agora
Você é a coragem para esse mundo sofredor
Há tanto pra se viver lá fora!

Linda menina do sorriso tímido
Seus olhos brilham na timidez
Abra mais esse sorriso lindo
Quero vê-lo outra vez.

Linda menina dos olhos escuros
Quero mergulhar no seu universo
Mesmo que seja um buraco sem fundo
Você se encaixa nos meus versos.


3º lugar: Mudanças
Autora: Ana Luiza Santos de Melo
Série: 2º ano
Ensino Médio

Daqui pra frente vou pensar,
Nas mentiras que vivi.
Tentarei me lembrar
Do que sempre me fez sorrir!

Você foi sempre um anjo
Mas agora sigo sózinha
Com todas as minhas
[dúvidas e manias.

Prometo visitá-lo
Quando eu realmente me achar
E lembrar quem vive em mim.

Todos esses anos fingi
Ser amiga de todos
Muitas vezes escondi
Pois, era melhor assim:
Eu vivia pra todos
Ninguém vivia pra mim.

Agora vai ser diferente
Cada um por si
Não irei segurar
[ninguém por aqui.

Se quiser pode ficar
Prometo coisa boa
[irá encontrar
E toda minha amizade terá!

Mas se preferir fugir
Vai ficar tudo bem por aqui
As portas abertas estarão
Para que faça uma visita então.

  • Natalia Leandra Lemes
  • Ana Paula Arruda de Camargo
  • Ana Luiza Santos de Melo
banner_acessoainformacoes
banner_portaldatransparencia
banner-prefeitura
banner-fundacao
banner-anuncie-aqui
banner-facebook
Desenvolvido por CMC Multimídia
Font Resize
Modo Contraste