Lembranças Literárias : Cantigas

Foi no caminho do ocaso
que de manhã te encontrei.
Vinhas de longe, cantando
uma canção que não sei.

Vinha sorrindo e me olhaste;
ia sorrindo e te olhei.
Fomos passando, passando, passando…
e nunca mais te encontrei.

Meu corpo encontrou teu corpo
Na rua da solidão.

Foi no caminho do ocaso
que de manhã te encontrei.

Meu corpo encontrou teu corpo
na rua da solidão.

Minha alma encontrou tua alma
Num dia de comunhão.
……………………………………………………………..
Hoje o teu corpo e a tua alma
trago na planta da mão.

 

Gilberto Mendonça Teles (de seu livro Planície, 1958),
Jornal 7 Dias, 26 de outubro de 1958

Desenvolvido por CMC Multimídia
Tamanho da fonte
Modo Contraste