Catorze mil alunos da Rede Municipal voltam às aulas

Artes e Educação Física são as novidades na grade curricular

“No ano passado o desenvolvimento do meu filho foi muito bom e minha expectativa é que este ano seja ainda melhor, já que ele foi para o primeiro ano do Ensino Fundamental. Desejo que não apenas ele, mas que todas as crianças tenham um excelente aprendizado e integração em 2019”.
A fala de Karine de Souza, mãe de Luiz Gustavo, da escola Professora Gilda Piorini Molica, sintetiza o desejo de centenas de mães que, nessa quinta-feira (7), levaram seus filhos às escolas da rede municipal de ensino de Pindamonhangaba durante a volta às aulas.
Segundo informações da prefeitura, as 41 escolas municipais e os 19 Cmeis (Centros Municipais de Educação Infantil) recepcionaram e acolheram com muito carinho, na quinta-feira (7) todos os mais de 14 mil alunos matriculados neste ano letivo.
A novidade deste ano é a inclusão das aulas de Artes e de Educação Física na grade curricular, enriquecendo ainda mais o ensino municipal. De acordo com o secretário de Educação, professor Júlio Valle, o investimento anual para a inclusão dessas disciplinas para os alunos é de R$ 4.725.300,00. “A iniciativa proporciona aos alunos a oportunidade de participar de atividades culturais, esportivas, recreativas e artísticas, voltadas a facilitar e garantir a inclusão sócio-educativa e cultural, promover a saúde, bem-estar e a qualidade de vida”, explicou.
Para Gislaine Cristina de Nicolae Nunes, mãe do João Gabriel – aluno do segundo ano na escola Professora Isabel do Carmo Nogueira, no Crispim –, “a volta às aulas traz sempre grandes expectativas para os pais e para os pequenos. Saber desses investimentos em cultura, em esportes e em lazer para nossas crianças nos deixa muito felizes”, disse.
A prefeitura informa que ainda há vagas para novas matriculas e transferências. No total, 14.073 alunos estão matriculados na Educação Infantil e no Ensino Fundamental.
Novas matrículas – No caso de matrículas novas para escolas e Cmeis (creches), é necessário apresentar os seguintes documentos na Secretaria de Educação: xerox da certidão nascimento legível, carteira de vacina atualizada, comprovante de endereço em nome do responsável, cartão bolsa família (se tiver) e duas fotos 3×4. No caso de transferência, são todos esses documentos, e mais o documento original de transferência da escola original.
A fim de permitir mais acesso a todos aqueles que precisam da Secretaria de Educação, além das duas secretarias descentralizadas que existem em Moreira César (Escola Municipal Mário de Assis César) e no bairro Araretama (Escola Municipal Elias Bargis Mathias), a Secretaria de Educação da Prefeitura criou mais três secretarias descentralizadas: no Cidade Nova – Escola Municipal “Arthur de Andrade”; Crispim – Escola Municipal “Profª Isabel do Carmo Nogueira” e no Lessa – Escola Municipal “Félix Adib Miguel”.
A Rede Municipal aceita crianças de zero a três anos para os Cmeis e a partir de quatro anos para as escolas municipais. A sede da Secretaria Municipal de Educação e Cultura fica na rua Senador Dino Bueno, 119, centro.

  • Diversas atividades e projetos são desenvolvidos com as crianças nas unidades educacionais municipais durante o ano, tornando o aprendizado mais prazeroso e eficaz
Desenvolvido por CMC Multimídia
Tamanho da fonte
Modo Contraste