Estudantes de Pinda se surpreendem com tema da redação do Enem

Colaborou com o
texto: Víctor Belmonte

Todos os anos a ansiedade de quem vai fazer o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) é muito grande. É onde o candidato tem mais chances de ingressar em alguma universidade pública ou privada.
Neste ano, o formato da prova teve alterações. O exame, antes realizado em um só fim de semana, sábado e domingo, mudou para dois domingos distintos. A primeira etapa foi realizada no último domingo (5), com questões de linguagens e ciências humanas e a redação.
A redação teve como tema “Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil”. O tema pegou de surpresa a maioria dos estudantes, não era um tema cogitado por professores e coordenadores de cursinhos pré-vestibulares.
Os candidatos deveriam produzir uma redação no gênero dissertativo-argumentativo, apresentando propostas de intervenções respeitando os Direitos Humanos.
“A prova estava um pouco difícil, o Enem é cansativo, mas fui bem na prova, tinha estudado bastante para a redação. O tema pegou muita gente de surpresa, eu estava esperando por um tema mais polêmico, como ‘Desenvolvimento sustentável’, onde a sociedade ainda tem que se conscientizar”, avaliou Igor Mario Soares.
No domingo as pessoas tiveram cinco horas e meia para resolver as 90 questões de múltipla escolha e fazer a redação.
A segunda parte da prova será no domingo (12). As disciplinas serão matemática e suas tecnologias e ciências da natureza e suas tecnologias, área que abrange principalmente química, física e biologia.
A prova terá duração de quatro horas e meia, com início às 13h30. Os portões serão fechados às 13 horas.

  • Embora o tema da redação tenha surpreendido muita gente, estudantes estão confiantes
banner_acessoainformacoes
banner_portaldatransparencia
banner-prefeitura
banner-fundacao
banner-anuncie-aqui
banner-facebook
Desenvolvido por CMC Multimídia
Font Resize
Modo Contraste