Grupo invade fazenda de pesquisa do governo estadual

Um grupo invadiu uma área pertencente ao Governo do Estado próxima à via Dutra, em Pindamonhangaba. A ocupação de aproximadamente 250 famílias começou no último sábado (17).
Os ocupantes, integrantes do movimento Frente Nacional de Luta (FNL), afirmam que tem estrutura para não sair do local e também tem água e comida para os adultos e para as 55 crianças. Eles pedem que a área seja destinada para a moradia das famílias.
Segundo relatos, essa não é a primeira vez que o terreno é alvo de uma ocupação. No ano passado, 60 famílias do MST também montaram barracas em uma parte do terreno.
A área invadida é usada para estudos de campo da APTA – Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios. Em fevereiro do ano passado, 100 vacas foram roubadas do local. Juntas, elas estariam avaliadas em R$ 150 mil.
A Polícia Militar informou que esteve na área no sábado para identificar a ocupação, o que foi realizado sem conflito.
A secretaria estadual de Agricultura, que responde pela APTA, entrou com pedido de reintegração de posse do terreno, para retirar os moradores do local.

Desenvolvido por CMC Multimídia
Tamanho da fonte
Modo Contraste