Vanguarda Literária : LOUVAÇÃO AO PRESENTE DE PINDAMONHANGABA

Por José Valdez de Castro Moura

Louvo o teu presente, Princesa Querida, ele que significa recuperação de um passado glorioso num novo contexto criado pelas projeções individuais e coletivas de diferentes tempos futuros, nesse que é o momento de escolha e de ação! Escolha de um progresso que só faz sentido quando não mais existem crianças infelizes; demonstras ação à Pátria Brasileira ao estabelecer recorde nacional de 97% de tuas crianças-alvo vacinadas contra a poliomielite!
Louvo o teu presente, quando promoves à tua juventude acesso à modernidade e à informação com os teus telecentros e , movimentas mais de três mil crianças e jovens em projetos de esporte que educam e são salutares . Louvo-te quando és destaque nacional como “CIDADE-DIGITAL”! Louvo o teu presente quando compreendes que a melhoria dos povos melhora os seus deuses e, ao repousar em sociedades com os nossos semelhantes, és líder na geração de empregos do Vale do Paraiba; te preocupas com a saúde do teu trabalhador sob a iluminação do teu exemplar Centro de Referência ao Trabalhador ( Cerest)!
Louvo o teu presente, Pindamonhangaba, quando nos dizes como Alberto Caeiro ( um dos heterônimos de Fernando Pessoa):
“Quero as coisas que existem e não o tempo que as mede, e que elas existem em virtude de outras coisas existirem”, razão pela qual, estás, pelo dinamismo e trabalho fecundo da tua gente, entre as 30 principais cidades no Índice de Participação dos Municípios, e dás o justo valor às coisas presentes!
Louvo o teu presente quando sabes que vives parte da eternidade, que assinala a divisão entre o domínio da frustração e o reino da esperança e pensas nas futuras gerações, na preservação dos valores da natureza ao realizares o Forum de Educação Ambiental e o PINDA+ 20 . Zelosa, com teu cuidado de mãe generosa e cuidas em ofereces aos teus filhos mais de 35 milhões de litros de água/dia , concedendo a 100 % do teu povo esse bem que precisa ser cuidado e que se esgota rápidamente no nosso planeta sofrido e diuturnamente agredido !
Louvo o teu presente quando gritas pelas crianças e cuidas dos teus idosos nos centros de referência para os idosos, nos teus postos de puericultura e nas tuas unidades básicas de saúde. Louvo o teu presente,Tricentenária Urbe que aprendemos a amar, quando estabeleces relações na sua cotidianeidade que permitem o maravilhoso encontro como o outro, sobretudo pela voz dos seus Mestres e dos seus Poetas, porque o HOMEM É A TUA RAZÃO!
Louvado seja o teu presente de glória que te torna cada vez mais Humana e cada vez mais Divina!

Desenvolvido por CMC Multimídia
Tamanho da fonte
Modo Contraste