“Mestre Cultura Viva”: Premiação dos vencedores acontece neste sábado

Colaborou com o
texto: Victor Gobbo

Será realizada neste sábado (23), a entrega do Prêmio Mestre Cultura Viva de Pindamonhangaba no Bosque da Princesa, às 10h30. Cada um dos selecionados receberá os seguintes prêmios: R$2.000,00 (dois mil reais) e “Certificado de Mestre”.
A iniciativa da Secretaria de Cultura e Turismo da Prefeitura visa premiar cinco mestres, com mais de 60 anos, que se reconheçam ou sejam reconhecidos por sua própria comunidade como herdeiros dos saberes e fazeres da tradição oral.
As inscrições e avaliações já foram realizadas, e os premiados deste ano serão: Marino Ferreira de Melo (Brinquedos de Madeira), José Soares Ferreira (Escultor Arte Sacra), Maria de Oliveira (Feitio de Azeite de Mamona), Pedro do Prado (Folia de Reis) e Antônia Ferreira da Silva (Artesã).
O secretário de Cultura e Turismo da Prefeitura, Alcemir Palma, lembra que este momento de premiação é uma forma do município reconhecer a importância dessas pessoas. “Os mestres contribuem com seus saberes e fazeres para o desenvolvimento cultural de nossa cidade”, afirmou. “Parabenizo os vencedores que, cada um em seu ofício, trazem um significado muito grande. São verdadeiros patrimônios imateriais”.
Conheça os premiados
– Marino Ferreira de Melo (Mestre de Brinquedos de Madeira), na infância, fazia seus próprios brinquedos. Os amigos começaram a requisitar favores de “Seu Marino” que foi fazendo brinquedos e não conseguiu parar mais.
– José Soares Ferreira (Mestre Escultor), conhecido como Zé Santeiro, ainda criança, despertou-se para a arte da escultura. Já casado e em Pinda obteve reconhecimento, criando o tradicional presépio da Praça da Cascata e os personagens de Monteiro Lobato no Reino das Águas Claras. Suas obras estão por várias localidades do município.
– Dona Maria de Oliveira (Mestre no Feitio de Azeite de Mamona), moradora do Ribeirão Grande, é detentora de muitos conhecimentos sobre técnicas artesanais de produção de doces, alimentos, remédios e o azeite de mamona.
– Pedro do Prado (Mestre de Folia de Reis) teve seu primeiro contato com a Folia de Reis acompanhando seu pai folião nas cantorias. Em 1995, iniciou o grupo Folia de Reis do Vista Alegre.
– Antônia Ferreira da Silva (Mestre Artesã), mais conhecida como “Tunica”, aprendeu a fazer ponto cruz, bonecas e outros artesanatos, destacando-se por sua criatividade na confecção de saias, colares e sandálias de material reciclável e por disseminar seu conhecimento de forma voluntária em entidades assistenciais.

  • Vencedores receberão prêmio em dinheiro e certificado
Desenvolvido por CMC Multimídia
Tamanho da fonte
Modo Contraste