Registro Cultural : Morre o educador Nelson Pesciotta

Por Altair Fernandes Carvalho

Na noite de domingo, 27 de maio, aos 95 anos, morreu o professor, político e jornalista Nelson Pesciotta.
Ele residia em São Paulo, capital, com a família, depois de ter completado uma vida de grandes feitos nas diversas áreas em que atuou no Vale do Paraíba (educação, cultura, política, jornalismo etc.).
Recentemente, se destacou pela sua incansável atuação na cidade de Lorena, onde foi presidente do IEV (Instituto de Estudos Valeparaibanos), membro fundador da ALL-Academia de Letras de Lorena e também atuou na política local.
Em Pindamonhangaba é carinhosamente lembrado como o estimado professor do Instituto de Educação João Gomes de Araújo (atual Etec – escola técnica). Como jornalista, juntamente com Rômulo Campos D’Arace, fundou o inesquecível jornal 7 Dias e também foi colaborador do jornal Tribuna do Norte.
Pesciotta, passou a integrar a APL-Academia Pindamonhangabense de Letras, em 2011, ocupando a cadeira nº 5H. Na solenidade que marcou seu ingresso à entidade, relembrou os tempos de “menino criado numa casinha da Praça da Cascata” (praça Monsenhor Marcondes), revelou seu carinho pela cidade e explicou que só não é pindamonhangabense devido às circunstâncias. Quando sua mãe aguardava seu nascimento ela teve que ir até Campinas, para ficar aos cuidados de uma irmã. Assim foi que Pesciotta nasceu em Campinas.
Em novembro de 2009, o jornal Tribuna do Norte, por intermédio de sua página dedicada à resgatar a história do município (fatos, feitos e fotos) foi homenageada pelo Instituto de Estudos Valeparaibanos, que tinha à frente o professor Nelson Pesciotta, com a Distinção Cultural “Paulo Camilher Florençano”, em reconhecimento ao trabalho de preservação da memória vale-paraibana.

  • Equipe de futebol de Pindamonhangaba da década de 40 que tinha em seu quadro o Nelson Pesciotta, o terceiro, entre os agachados, da esquerda para a direita
  • Pesciotta premiando o jornal Tribuna do Norte em 2009, pelo IEV-Instituto de Estudos Valeparaibanos
  • Num evento realizado em 1948, quando a escola João Gomes de Araújo era Ginásio Estadual, os professores (esq. para dir.); Nelson Pesciotta, Demétrio Ivay Badaró, João Antonio Romão, Francisco Coutinho, Fred Boueri, José Wadie Milad e Mário de Assis Cesar
  • Em 2011, sendo diplomado para ocupar a cadeira nº 5H da Academia Pindamonhangabense de Letras
Desenvolvido por CMC Multimídia
Tamanho da fonte
Modo Contraste