Pinda ocupa dois lugares no pódio de Mundial de Luta Livre Esportiva

Competidores locais disputaram a final do evento realizado em Manaus, no início do mês

Colaborou com o texto: Dayane Gomes
***
Era uma final que valia o título mundial da categoria sênior de até 80kg. Entretanto, a rivalidade deu espaço ao companheirismo digno da coletividade impregnada no esporte. Afinal, dois parceiros de equipe estavam frente a frente na Arena Amadeu Teixeira, em Manaus, e apenas um poderia sair vitorioso naquele dia 1 de julho. Por fim, Leandro Buda se sagrou o vencedor no “Campeonato Mundial de Luta Livre Esportiva 2018” e trouxe o triunfo para Pindamonhangaba ao lado de Mário Sérgio.
A competição chancelada pela Confederação Brasileira de Luta Livre Esportiva (CBLLE) e pela Federação Amazonense de Submission (Fasub) contou com equipes de variadas partes do Brasil e atletas dos Estados Unidos, Chile, México e países europeus. Nas terras em que os manauaras disputam com os cariocas o posto de melhores competidores, o grupo pindense conseguiu levar dois lutadores a mesma disputa final.
“É o primeiro título mundial de minha carreira. Disse anteriormente que iria conquistar, este ano, o Mundial e assim foi feito, pois treinei muito para isso”, comemora o veterano Leandro Carvalho (Leandro Buda), líder da equipe da Escola de Artes Marciais em Pindamonhangaba. “Fui para Manaus com 10 dias de antecedência para treinar, me adaptar ao clima e aprender. Isso foi fundamental para meu resultado final”, observa o atleta de 37 anos que se firmou como bicampeão brasileiro e ganhador da “2ª Copa Sensei de Luta Livre Esportiva” em 2018.
Na decisão do campeonato mundial, Leandro Buda enfrentou um companheiro, seu aluno Mário Sérgio Júnior. De maneira que, o professor carrega agradecimentos ao seu mestre Alexandre Pequeno Nogueira, da Equipe Guilhotina, e ao mestre Totonho Aleixo, organizador do evento e presidente da FASUB. Até porque, Pinda ficou com o êxito do ouro e da prata no torneio da variedade de luta nascida no solo brasileiro.

  • Leandro Buda e Mário Sérgio ficaram com as medalhas de ouro e prata da mesma categoria
Desenvolvido por CMC Multimídia
Tamanho da fonte
Modo Contraste