Registro Cultural : Plenária da APL teve homenagens e posse de acadêmico

Por Altair Fernandes Carvalho

Na noite de sexta-feira (26), no Palacete Tiradentes (Praça Barão do Rio Branco, 22) – sala da Corporação Musical Euterpe, aconteceu a sessão plenária solene da APL – Academia Pindamonhangabense de Letras referente ao mês de maio. Premiação, palestras, posse de novo acadêmico e apresentação musical marcaram o evento.

A acadêmica Rhosana Dalle premiando um dos aluninhos da Oficina de Arte

Juó Bananéri

Alexandre Ribeiro Marcondes Machado, o pindamonhangabense que se destacou nas lides literárias sob o pseudônimo Juó Bananéri (João Bananeiro), patrono da cadeira nº 1 da APL, e que no último 11 de maio foram comemorados 125 anos de seu nascimento, foi lembrado em palestra pela presidente da academia, Bete Guimarães.
Compuseram a mesa dos trabalhos de mais uma plenária solene da APL: presidente Bete Guimarães; vice – Edmar de Souza; acadêmico que tomou posse, Dr. Paulo de Andrade; acadêmica arte-educadora – Neila Cardoso.

  • Coube a alunos da Fasc- Faculdade Santa Cecília animar a noite no velho palacete do Largo São José
  • Novo acadêmico Com as solenidades de posse, a APL recebeu em seu quadro de Membros Honorários, o advogado, grande conhecedor da história de Pindamonhangaba, Dr. Paulo de Andrade para ocupar a cadeira nº 8H, que tem como patrono o jornalista José Fonseca Marcondes, o Jota Marcondes.
  • Homenagem às mães: Homenagens às mamães, data maior do mês de maio, foram feitas com a premiação às crianças da Oficina de Arte, alunos da professora e também acadêmica Neila Cardoso, que haviam feito trabalhos (desenhos) sobre o tema ‘Mãe’. Em outra homenagem relacionada ao mesmo tema, a presidente da Academia de Letras, Bete Guimarães, procedeu a leitura de poemas dedicados às mães, trabalhos literários estes de autoria de mulheres que se encontram em período de cumprimento de pena no Presídio Feminino de Tremembé.
Desenvolvido por CMC Multimídia
Tamanho da fonte
Modo Contraste