Prefeitura e Corpo de Bombeiros debatem implantação de SAMU Municipal Parceria permitirá aumento do número de veículos e redução de custos operacionais

O prefeito de Pindamonhangaba, Isael Domingues, se reuniu nesta segunda-feira (20), com o comandante do Corpo de Bombeiros do município, capitão Paulo Roberto Reis, para reforçar a parceria com a instituição e debater a possibilidade da implantação de um SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) Municipal.
A parceria será possível por meio da Atividade Delegada – projeto que autoriza policiais militares a trabalharem em seus dias de folga para os municípios participantes do convênio. A instituição irá ceder profissionais e equipamentos para os serviços de urgência e emergência, com a proposta de aumentar o número de ambulâncias e de reduzir os custos com a operação do serviço.
“Neste momento em que estamos buscando soluções mais viáveis, essas parcerias são fundamentais. Ainda mais uma instituição como o Corpo de Bombeiros, que tem credibilidade e eficácia em suas funções”, afirmou o prefeito.

Município
continua assistido

Desde que deixou o Cisamu (Consórcio Intermunicipal do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) do Vale do Paraíba, a Prefeitura de Pindamonhangaba vem estudando outras possibilidades para agregar ao serviço de emergência da Emercor – que atende a cidade desde junho de 2012, e da Clínica Médica Vale Guaratinguetá. Segundo informações da Prefeitura, no total, são três ambulâncias: uma ativa e uma reserva da Emercor e uma UTI da Clínica, prontas a atender as ocorrências dentro do município.
Na semana passada, uma comitiva do Executivo esteve em Brasília, para buscar junto ao Ministro da Saúde, Ricardo Barros, soluções para o caso. Inclusive, foi protocolado no Ministério um pedido de análise de alternativas para Pinda se manter na rede de urgência e emergência, de outra forma.

Urgência e emergência

Em média, a Emercor faz 450 atendimentos mensais, com investimento da Prefeitura de R$ 125 mil. O serviço inclui médico e outros profissionais, na central de regulação, como enfermeiro e técnico de enfermagem. O atendimento é 24 horas, com telefonistas de emergência além da equipe de atendimento de Pinda. O telefone do serviço é o 192.

banner_acessoainformacoes
banner_portaldatransparencia
banner-prefeitura
banner-fundacao
banner-anuncie-aqui
banner-facebook
Desenvolvido por CMC Multimídia
Font Resize
Modo Contraste