Editorial : Proteja-se

Neste ano, a Prefeitura tornou o Departamento de Defesa Civil uma das pastas que integram a Secretaria de Segurança Pública. O objetivo é integrar os dados e fazer com que o cidadão esteja cada vez mais protegido. A pasta ganha novas atribuições como prevenção e gestão de risco.

A Defesa Civil pode ser chamada em casos de quedas de barreiras, queda de árvores que não estiverem sob fiação de rede elétrica e também em apoio ao Corpo de Bombeiros em incêndios de mata.

O verão é a estação das altas temperaturas, chuvas repentinas e, é claro, nesta combinação, os riscos de raios e tempestades são ainda maiores. Além do trabalho de prevenção feito pela Defesa Civial, é importante que todos tenham em mente medidas que podem evitar acidentes, diminuir prejuízos e salvar vidas.

Com as chuvas fortes é fundamental proteger jovens, idosos, adultos e crianças dos raios. Entre as dicas está a de evitar lugares abertos, como estacionamentos, praias no caso daqueles que estão curtindo as férias e campos de futebol.

Se a pessoa for pega de surpresa por uma tempestade com raios, ela deve abrigar-se em casa, edifício ou área coberta. Não permaneça em rio, mar, lago ou piscina. Se estiver no carro, mantenha os vidros fechados, sem contato com as partes metálicas do veículo. Caso não encontre um abrigo por perto, fique agachado com os pés juntos, curvado para frente, colocando as mãos nos joelhos e a cabeça entre eles até a tempestade passar.

Outra orientação é a de manter distância de objetos altos e isolados, como árvores, postes, quiosques, caixas d’ água além de objetos metálicos grandes e expostos, como tratores, escadas e cercas de arame.

Em casos de emergência, o munícipe pode acionar a Defesa Civil pelo 199 até às 22 horas, ou Corpo de Bombeiros 193 que poderá acioná-la.

Desenvolvido por CMC Multimídia
Tamanho da fonte
Modo Contraste