Editorial : Saúde Mental é fundamental

A Secretaria de Saúde de Pindamonhangaba realiza, nesta semana, o “Janeiro Branco”, que chega à sexta edição mundial. Desde 2014 a Campanha Janeiro Branco ocorre para colocar temas da saúde mental em evidência no mundo em nome da prevenção ao adoecimento emocional da humanidade.

O projeto convida as pessoas a pensarem sobre suas vidas, a qualidade dos seus relacionamentos e o quanto elas conhecem sobre si mesmas, suas emoções, seus pensamentos e sobre os seus comportamentos. Dessa forma, propõe estratégias políticas, sociais e culturais para que o adoecimento emocional seja prevenido, conhecido e combatido.

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), a cada 40 segundos uma pessoa se mata no mundo e essa triste realidade tem sido agravada de algumas décadas para cá. As taxas de suicídio aumentaram 60% nos últimos 45 anos, segundo a OMS. Quase um milhão de pessoas resolve acabar com a própria vida todos os anos – em um universo até 20 vezes superior de tentativas mal sucedidas. Em grande parte dos países desenvolvidos, a violência autoinfligida é a primeira causa de morte não natural.

Como sabemos, nenhum homem é uma ilha – e, isolá-lo, não raras vezes pode levá-lo a querer deixar de existir. Falemos mais sobre isso em casa, na escola, no trabalho, na comunidade, com a convicção de que, quando um homem desiste de continuar existindo, algo na sociedade a qual ele pertence também contribuiu para essa desistência.

Vamos ser mais atentos a nós e ao outro e fazer de 2019 um ano de mais saúde, onde haja equilíbrio entre corpo e mente.

Desenvolvido por CMC Multimídia
Tamanho da fonte
Modo Contraste