Todas as Notícias da Edição 8876

Processo da Confab começa a ser pago na próxima segunda-feira

700 pessoas ainda não compareceram na sede do sindicato De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba - CUT, o processo coletivo de periculosidade e insalubridade da Tenaris Confab, que durou 25 anos, começará a ser pago na próxima segunda-feira, ...

Leia Mais »

Sarau ‘A mulher na poesia’

Homenageando o mês dedicado às mulheres, a APL – Academia Pindamonhangabense de Letras dá sequência a seus saraus trazendo para o evento desta quinta-feira (23), o tema: ‘A mulher na poesia’. O local é a sede administrativa da entidade (Palacete ...

Leia Mais »

Celulares roubados poderão ser bloqueados imediatamente nas delegacias

O Governo do Estado de São Paulo anunciou na segunda-feira (20) a celebração de um convênio entre a Secretaria da Segurança Pública e a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) para facilitar e agilizar o processo de bloqueio de celulares roubados ...

Leia Mais »

Polícia Militar de São Paulo tem novo comandante

Coronel Nivaldo Restivo, de 52 anos e 35 de serviço à população paulista, era comandante do policiamento de Choque do Estado de São Paulo; ele substitui o coronel Ricardo Gambaroni O governador Geraldo Alckmin empossou na última sexta-feira (17), o coronel ...

Leia Mais »

‘Guarda com Bike’ é implantada na cidade

Locais como Parque da Cidade e Bosque da Princesa receberão rondas Visando aumentar a segurança da população em geral, alcançar mais locais, além de atender a critérios de economicidade, a Prefeitura de Pindamonhangaba está criando a “Guarda com Bike”. As equipes ...

Leia Mais »

Nota do Enem é divulgada para treineiros

A nota do Enem ( Exame Nacional do Ensino Médio) de 2016 foi divulgada para treineiros na última segunda feira (20). Entram nessa categoria todos os participantes que ainda não haviam terminado o Ensino Médio no ano passado, quando foram ...

Leia Mais »

Fatec segue com inscrição para isenção e redução da taxa do vestibular

Continuam abertas as inscrições para isenção total e redução de 50% na taxa de inscrição para o processo seletivo da Faculdade de Tecnologia (Fatec) do Estado de São Paulo para o segundo semestre de 2017. É possível pleitear os dois benefícios, ...

Leia Mais »

Inscrições para bolsas remanescentes do ProUni começam na próxima semana

As inscrições para bolsas remanescentes do Programa Universidade para Todos (ProUni) para o primeiro semestre de 2017 devem ser feitas de 27 de março a 5 de abril, para quem não estiver matriculado na instituição, e até 5 de maio ...

Leia Mais »

Professores da Rede Municipal participam de palestra

Os professores que participaram das atividades de HTPC (Hora de Trabalho Pedagógico Coletivo) na última segunda-feira (20), tiveram uma experiência bem diferente. Isso porque a Secretaria de Educação e Cultura ofereceu à Rede Municipal de Ensino uma palestra sobre “A ...

Leia Mais »

DIÓGENES E CINISMO

Diógenes de Sínope (Sínope 404 AC - Corinto 323 AC) foi um filósofo da Grécia antiga, discípulo de Antístenes, que foi discípulo de Sócrates. Fez da pobreza sua extrema virtude, possuindo apenas um alforje, um bastão e uma tigela. Morava ...

Leia Mais »

APL estuda Guimarães Rosa

E na última quinta-feira (16), a equipe de acadêmicos do Grupo de Estudos Guimarães Rosa (foto) se reuniu no Palacete Tiradentes para dar sequência ao projeto. Foi o primeiro encontro da segunda temporada de estudos referentes ao escritor. A atividade ...

Leia Mais »

Moradores do Pasin vão ganhar praça

Os moradores do Pasin, em Moreira César, vão ganhar uma imensa praça, que está sendo construída entre a quadra de esportes e a igreja de São José Operário. A primeira etapa é a limpeza e nivelamento da área - cujos serviços ...

Leia Mais »

Mudança de olhar

Reunir professores para discutir, analisar e buscar soluções para as necessidades educacionais coletivas apresentadas periodicamente pelas escolas das redes municipal e estadual de ensino. Este é o objetivo principal das atividades de HTPC (Hora de Trabalho Pedagógico Coletivo). Quando o educador ...

Leia Mais »

Balé de Pinda se classifica para festival nos Estados Unidos

As bailarinas do Ballet Julia Pyles, de Pindamonhangaba, se classificaram para o World Ballet Competition USA, uma das competições de dança mais prestigiadas do mundo, que festejará sua 11ª Edição Anual em Orlando, Flórida, a partir de 19 de junho. De ...

Leia Mais »

Com o título “A Lenda do Suspiro”, um artigo assinado por Ignácio César, publicado na Folha do Norte (12/7/1925) revela a origem da denominação “travessa (ou beco) do Suspiro”, como era conhecida antigamente a travessa Rui Barbosa. Lenda ou fato, o interessante escrito revela uma arbitrariedade que teria sido cometida pelo primeiro capitão-mor da então Villa Real do Bonsucesso de Pindamonhangaba, Luiz Lopes (este nome consta na obra de Athayde Marcondes referente aos primeiros a exercerem tal cargo em Pinda). No século XVIII, capitão-mór era a autoridade responsável pela vilas e povoados. A lenda Em 1777 governava a terra pindana (sic) o capitão-mór Luiz Lopez de Aguiar, cujo espírito violento e arbitrário sobre todos conquistara a odiosidade pública. Vivia nesta época em Villa Real, Manoel Fonseca em companhia da mulher e de uma filha de rara beleza. Fonseca desempenhava as funções modestas de alcaide do Senado da Câmara da localidade com aptidão e honradez. A população foi uma amanhã despertada com a triste e horrorosa notícia que havia sido assassinada na noite antecedente a filha do alcaide Fonseca e esse crime logo se atribuiu a um tal Benjamim, soldado que era noivo da donzela. Chegando a nova aos ouvidos do capitão-mor, ele não pode se furtar ao desejo de fazer justiça pelas suas próprias mãos, a tão famigerado criminoso… Seu julgamento foi sumário e a pena capital não tardou muito em ser executada. O soldado sofreu a morte natural pela força. O suplício não podia ter sido mais bárbaro. Diz a lenda que o condenado foi de uma calma imperturbável, negando até a última hora o crime, protestando pela sua inocência. Acrescenta a narrativa que no momento em que o corpo balançava no ar, preso da forca pelo braço esticado, ouviram-se três gemidos, que por sucessivas noites de muitos anos, foram ouvidos no lugar em que fora enforcado. Passados alguns tempos, o vigário da paróquia, então o sacerdote pindano (sic) padre José de Andrade Vieira e Silva, recebeu de um frade, uma carta em que rezava a nefanda confissão de um outro soldado que em um bilhete de morte, na capital da Bahia, declarou ser o cúmplice do assassinato que praticou em Pindamonhangaba, na pessoa da filha do alcaide Fonseca, o alferes Salvador Lopes, filho do capitão-mor Luis Lopez de Aguiar!… O local da forca foi na primeira travessa (sentido centro bairro) que liga a rua Prudente de Moraes à Marechal Deodoro, que então ficou conhecida pelos antigos como: “Becco do Suspiro”. Travessa Rui Barbosa Atualmente denominada travessa Rui Barbosa, a conhecida rua dos fundos do Palacete 10 de Julho, antigo prédio que abrigou a Prefeitura, já foi travessa Visconde de Tamandaré. Recebeu tal denominação quando, em 1869, os antigos políticos de Pindamonhangaba, especialistas em mudar nomes de ruas, resolveram homenagear heróis brasileiros da Guerra do Paraguai e as célebres vitórias do Brasil naquele conflito latino-americano. Já a denominação “Rui Barbosa” surgiu entre 1910 e 1920. É oportuno relembrar a passagem de Rui Barbosa pelas terras da Princesa do Norte e a respectiva saudação do povo pindamonhangabense ao mesmo, fato ocorrido no dia 15 de dezembro de 1909. Nessa data, em campanha política, era candidato à presidência da República, Rui Barbosa, então senador, permitiu que o trem no qual viajava com destino a São Paulo fizesse parada na estação de Pinda onde foi saudado pelo dr. João Romeiro (Fundador da Tribuna do Norte) e fez discurso de agradecimento. Sem desmerecer o Água de Haia nem o patrono da Marinha do Brasil, eternos e heróicos vultos da Pátria, a denominação “travessa dos suspiros” é mais atraente pelo aspecto pitoresco e lendário da Pinda de antigamente. A respeito desta denominação existe a versão contada por Maria Eugenia na edição de 14/3/1971 da Tribuna do Norte e reunida na coletânia Nossas Ruas em 1993 (iniciativa da Câmara Municipal). Segunda a citada autora a tal travessa “era assim chamada porque as lavadeiras, após lavarem roupas no Paraíba, subiam a ladeira cansadas, cada qual com sua trouxa e, para não passarem pela rua principal da cidade, desviavam e iam descansar e conversar nessa travessa (ali deviam suspirar pelo cansaço), após o que seguiam o seu caminho, sempre desviando do centro.”

Com o título “A Lenda do Suspiro”, um artigo assinado por Ignácio César, publicado na Folha do Norte (12/7/1925) revela a origem da denominação “travessa (ou beco) do Suspiro”, como era conhecida antigamente a travessa Rui Barbosa. Lenda ou fato, o ...

Leia Mais »
Desenvolvido por CMC Multimídia
Tamanho da fonte
Modo Contraste