Compras de supermercado para ceia natalina devem ser planejadas

Nesta semana, por causa das festas de Natal e Reveillon, as compras de supermercado da maioria das famílias brasileiras aumentam consideravelmente. Além da cesta básica e dos alimentos comprados rotineiramente, há os produtos específicos desta época. Podemos citar como exemplos de iguarias: panetone, cerejas, nozes, frutas cristalizadas, carnes como tender, peru e pernil, entre outras. Isso sem falar no champanhe para celebrar o ano novo e um estoque maior de cerveja e refrigerante para receber familiares e amigos. Mas, como comprar todos os itens necessários para a festa, sem comprometer o orçamento doméstico? Nesta hora, alguns cuidados são fundamentais, para que a festa não se torne um pesadelo financeiro. Planeje bem o que vai fazer antes de ir ao supermercado. Converse com a família antes, veja o que realmente precisam. Se for fazer uma confraternização, veja o que cada um pode contribuir para equilibrar as despesas, evite a “euforia” das festas na hora de encher o carrinho. Pesquise bastante os folhetos de promoções, marque as ofertas, leve esses folhetos na hora das compras. Alguns supermercados cobrem as ofertas diretamente no caixa, sem burocracia. Só não se esqueça de ficar de olho com gastos de combustível na hora de “caçar as pechinchas” Procure ir o menos possível ao supermercado. Nessa época as ofertas de fim de ano estão em todos os lugares e o convite ao gasto é muito alto. Tente comprar frutas da época, que tem seus preços mais em conta. Pesquise nas feiras e sacolões, para ver se encontra preços mais baixos. Cuidado especial com o cartão de crédito nas festas de fim de ano. Limite alto e empolgação costumam ser uma combinação “explosiva” no orçamento.

  • Comprar frutas da época também ajuda na economia
Desenvolvido por CMC Multimídia
Tamanho da fonte
Modo Contraste