Editorial : Diversidade cultural

É sempre bom falar de cultura. Ainda mais quando se enxerga a diversidade da cultura brasileira e suas nuances. Neste contexto, o termo nuance não se refere à “sutileza”, mas à “mudança gradativa”. E a aceitação da diversidade cultural em nosso País vem acontecendo de forma bem gradativa.

O caminho para as mudanças e quebra de paradigmas é longo, mas já começou a ser trilhado por pessoas que tentam apresentar (com danças, intervenções, gestos e atitudes) os vários tons da cultura brasileira. Principalmente, aquela que acontece longe dos grandes centros urbanos.

Eventos como o “Festival Pinda de Hip Hop”, que acontece neste fim de semana em Pindamonhangaba podem ser momentos para a discussão e para a reflexão sobre a diversidade e formas de expressão existentes.

A abertura da terceira edição do evento será no sábado (16), no Teatro Galpão, com a exibição do documentário “Triunfo” – que conta a história do dançarino e coreógrafo pernambucano, Nelson Triunfo – importante figura no cenário do Hip Hop brasileiro, e responsável por influenciar movimentos da cultura de rua como DJs, MCs, grafiteiros e b-boys.

Durante os dois dias de evento haverá apresentações de Rap ao vivo com alguns nomes conhecidos neste meio artístico, além de batalhas de duplas no Break, com comissão de jurados formada por artistas de grande projeção neste cenário.

O objetivo principal da iniciativa é fomentar a cultura do Hip Hop na região e incentivar os artistas do Vale do Paraíba a continuarem participando e promovendo eventos que gerem reflexões e impactos positivos.

O festival é gratuito e aberto ao público, e conta com o apoio da Prefeitura de Pindamonhangaba por meio do Departamento de Cultura.

banner_acessoainformacoes
banner_portaldatransparencia
banner-prefeitura
banner-fundacao
banner-anuncie-aqui
banner-facebook
Desenvolvido por CMC Multimídia
Font Resize
Modo Contraste