Em Pinda, equipe brasileira de judô se prepara para Campeonato Mundial

A Seleção Brasileira de Judô se apresentou na segunda-feira (7), em Pindamonhangaba, para um período de cinco dias de treinamentos preparatórios para as próximas competições do calendário internacional. O grupo é composto por quatro equipes diferentes que representarão o Brasil no Campeonato Mundial Sênior de Budapeste 2017, no Campeonato Mundial Júnior de Zagreb, na Universíade de Taipei e nos Jogos Sul-Americanos da Juventude de Santiago. Ao todo, a ação contempla 117 pessoas, sendo 90 atletas.
“A ideia é não só trabalhar a equipe principal, mas também fomentar e desenvolver o judô brasileiro como um todo com as equipes que vão para outras competições. É claro que o Campeonato Mundial Sênior é o nosso principal foco, mas trabalharemos de uma forma integrada com todas os atletas”, explicou Fulvio Miyata, técnico da seleção sênior masculina.
Além dos treinos técnicos no tatame e da preparação física, os atletas passam também por diversas avaliações médicas comandadas pela equipe de medicina do esporte da CBJ e ainda por testes fisiológicos conduzidos pela equipe do Laboratório Olímpico do Comitê Olímpico do Brasil (COB).
A programação contou ainda com uma visita do presidente da CBJ, Silvio Acácio Borges, na terça-feira (8), para cumprimentar os judocas e conduzir a assinatura do termo de posse da Comissão de Atletas da Confederação.
As atividades se encerrarão na sexta-feira (11), quando os convocados estarão liberados para retornar às suas respectivas cidades.
O embarque para o Campeonato Mundial de Budapeste começará no dia 20 de agosto de forma escalonada a partir dos judocas dos pesos mais leves, que serão os primeiros a lutar.

  • Grupo é composto por quatro equipes que representarão o Brasil em competições internacionais
  • “Conseguir uma medalha olímpica dentro da minha cidade, do Rio de Janeiro, foi a realização de um sonho. Desde a conquista minha vida mudou bastante. Eu consigo ajudar minha família e também consegui alguns patrocinadores. Agora também sou mais visada nas competições, e treino mais duro para que eu consiga surpreender minhas adversárias. O meu objetivo para o Mundial é estar no pódio, será um campeonato muito difícil pois tem muitas meninas que eu nunca lutei, e também atletas que eu lutei nas olimpíadas, inclusive a que eu lutei na final.” Rafaela Silva, medalhista de ouro na Olimpíada Rio 2016. Ela recebeu carinho dos fãs no dia em que completou um ano da conquista
banner_acessoainformacoes
banner_portaldatransparencia
banner-prefeitura
banner-fundacao
banner-anuncie-aqui
banner-facebook
Desenvolvido por CMC Multimídia