Em Pinda, equipe brasileira de judô se prepara para Campeonato Mundial

A Seleção Brasileira de Judô se apresentou na segunda-feira (7), em Pindamonhangaba, para um período de cinco dias de treinamentos preparatórios para as próximas competições do calendário internacional. O grupo é composto por quatro equipes diferentes que representarão o Brasil no Campeonato Mundial Sênior de Budapeste 2017, no Campeonato Mundial Júnior de Zagreb, na Universíade de Taipei e nos Jogos Sul-Americanos da Juventude de Santiago. Ao todo, a ação contempla 117 pessoas, sendo 90 atletas.
“A ideia é não só trabalhar a equipe principal, mas também fomentar e desenvolver o judô brasileiro como um todo com as equipes que vão para outras competições. É claro que o Campeonato Mundial Sênior é o nosso principal foco, mas trabalharemos de uma forma integrada com todas os atletas”, explicou Fulvio Miyata, técnico da seleção sênior masculina.
Além dos treinos técnicos no tatame e da preparação física, os atletas passam também por diversas avaliações médicas comandadas pela equipe de medicina do esporte da CBJ e ainda por testes fisiológicos conduzidos pela equipe do Laboratório Olímpico do Comitê Olímpico do Brasil (COB).
A programação contou ainda com uma visita do presidente da CBJ, Silvio Acácio Borges, na terça-feira (8), para cumprimentar os judocas e conduzir a assinatura do termo de posse da Comissão de Atletas da Confederação.
As atividades se encerrarão na sexta-feira (11), quando os convocados estarão liberados para retornar às suas respectivas cidades.
O embarque para o Campeonato Mundial de Budapeste começará no dia 20 de agosto de forma escalonada a partir dos judocas dos pesos mais leves, que serão os primeiros a lutar.

  • Grupo é composto por quatro equipes que representarão o Brasil em competições internacionais
  • “Conseguir uma medalha olímpica dentro da minha cidade, do Rio de Janeiro, foi a realização de um sonho. Desde a conquista minha vida mudou bastante. Eu consigo ajudar minha família e também consegui alguns patrocinadores. Agora também sou mais visada nas competições, e treino mais duro para que eu consiga surpreender minhas adversárias. O meu objetivo para o Mundial é estar no pódio, será um campeonato muito difícil pois tem muitas meninas que eu nunca lutei, e também atletas que eu lutei nas olimpíadas, inclusive a que eu lutei na final.” Rafaela Silva, medalhista de ouro na Olimpíada Rio 2016. Ela recebeu carinho dos fãs no dia em que completou um ano da conquista
Desenvolvido por CMC Multimídia
Tamanho da fonte
Modo Contraste