Fundo de Esporte é reativado e beneficiará atletas de Pinda

Pindamonhangaba vem retomando o esporte competitivo e teve uma boa notícia, na noite de segunda-feira (18), com a aprovação, na Câmara Municipal, do projeto de lei 189/2017, que regulamenta a bolsa-auxílio para atletas e técnicos vinculados ao Fundo de Apoio Esportivo – que está sendo reativado. A sessão de Câmara contou com a presença de atletas e técnicos da Secretaria de Esportes, mostrando o apoio a essa iniciativa. A lei terá vigência a partir de sua publicação, com implantação prevista para 2018. A Semelp – Secretaria Municipal de Esportes e Lazer – da Prefeitura, está à frente da reativação do Fundo de Apoio, que existe desde 1996, instituído por meio de lei municipal, mas que estava inativo há alguns anos. “O Fundo de Apoio é voltado para os atletas que estão competindo e representando Pindamonhangaba nas competições esportivas, para aqueles alunos que se destacam nas escolinhas de esportes e que atingem um nível de excelência que os levam a ir embora da cidade para se profissionalizarem”, explicou a gestora de esportes, Bruna Muassab. O Fundo prevê o benefício de bolsa-auxílio em dinheiro e convênios com faculdades para bolsas de estudo, para apoio ao atleta e auxílio para formação de comissão técnica, voltada para professores especialistas em modalidades específicas e que hoje atuam como voluntários, como é o caso da ginástica artística, por exemplo. Para a reativação do Fundo de Apoio, foi necessária a formação do conselho gestor, que elegeu os representantes para cada segmento (professores da Semelp, professores de educação física da rede estadual, ligas, associações e academias, associações de bairros), e a aprovação da lei que regulamenta a bolsa- atleta. Com a retomada do Fundo de Apoio Esportivo, o objetivo da Semelp é valorizar o atleta da cidade. “O principal objetivo do Fundo de Apoio é valorizar os atletas de Pindamonhangaba e, inclusive trazer de volta para a cidade os atletas de Pinda que estão atuando em outras cidades exatamente pela falta desse recurso do fundo para que continuassem aqui”, destacou o secretário da Semelp, professor Everton Chinaqui. “Vamos iniciar nosso Fundo de Apoio com R$700 mil, valor que é bem menor comparado às outras cidades – na casa de milhões -, e realmente visando beneficiar o atleta de Pindamonhangaba”, garantiu.

  • Alowany Tsubota (ao meio), atleta de alto rendimento, destaque da ginástica artística de Pinda
Desenvolvido por CMC Multimídia
Tamanho da fonte
Modo Contraste