Governo do Estado anuncia novas medidas de segurança e pagamento de impostos

Destaque é a criação de mais três Delegacias da Mulher abertas 24 horas

Colaborou com o texto: Dayane Gomes
***
Na última sexta-feira (18), o Governo do Estado de São Paulo, por meio de entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista, anunciou novidades no setor de segurança e finanças. A nova gestão implantará a concessão de presídios, disponibilizará a opção de pagamento de tributos estaduais através de cartão de crédito e abrirá três unidades da DDM – Delegacias de Defesa da Mulher.
Atualmente, o estado conta com 133 DDMs. A inauguração de outros três prédios ocorrerá como início da ampliação gradativa de atendimento em regime ininterrupto. A estimativa governamental é de que todas as unidades especializadas em violência contra a mulher passem a ficar abertas 24 horas.
Outro planejamento divulgado na última semana foi na área presidiária. São Paulo passará para a iniciativa privada a expansão do sistema prisional. Serão, inicialmente, sete presídios que funcionarão em uma Parceria Público-Privada (PPP), dos quais quatro já estão em construção e mais três novos complexos serão construídos nos próximos quatro anos, esses, que abrigarão mais 12 mil detentos.
No âmbito tributário, os paulistas terão uma nova forma de pagamento de impostos estaduais, de acordo com propostas em andamento. Assim como o IPVA 2019 já pode ser pago com cartão de crédito em empresas credenciadas, outras despesas poderão ser quitadas da mesma maneira.
A viabilização da medida está sendo estudada pelo Governo e, em seguida, será discutida com o sistema bancário e de cartões de crédito. “O objetivo é facilitar a vida das pessoas, melhorar a funcionalidade, diminuir a burocracia e garantir o recebimento dos impostos”, comentou o governador João Doria.

  • Governador João Doria e secretariado divulgaram projetos em entrevista coletiva
Desenvolvido por CMC Multimídia
Tamanho da fonte
Modo Contraste