Homem acusado de mandar matar mulher é inocentado

Um homem acusado de ser mandante do assassinato da esposa foi absolvido em Pindamonhangaba. O Ministério Público avalia se vai recorrer.
O julgamento teve 13 horas de duração, começou às 9 horas e terminou por volta das 22 horas de quinta-feira (3). Durante a sessão de julgamento, o réu foi interrogado e foram ouvidas as testemunhas de acusação e de defesa. Ele foi inocentado por falta de provas.
O crime aconteceu em janeiro de 2011, quando uma oficial de justiça de 49 anos foi morta com 22 facadas dentro da própria casa na Vila Bourghese. O pintor, que confessou o delito três dias depois, declarou que fez a mando do marido da vítima.
De acordo com as investigações da Polícia Civil, o pintor foi contratado para se adaptar à rotina da vítima e analisar o momento ideal para cometer o crime.
Além do homicídio, o pintor roubou pertences da vítima. A oficial de justiça foi encontrada pelo marido com vida, mas não resistiu aos ferimentos.


Desenvolvido por CMC Multimídia