Editorial : Juntos contra a dengue

 

A Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo emitiu um alerta sobre dengue tipo II. A atenção deve ser redobrada, já que o vírus tipo II costuma ser mais agressivo.

Esta doença viral é transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti previamente infectado. Não há vacina nem outra forma de prevenção a não ser a eliminação do mosquito. Sem ele, a doença não pode ser transmitida, pois não é contagiosa e não passa de uma pessoa para a outra.

Eliminar o mosquito é muito simples e rápido. Basta o indivíduo cuidar de seu ambiente, de sua casa e de seu local de trabalho. Mas a população geralmente não previne a multiplicação dos criadouros do mosquito por ainda não saber armazenar corretamente os objetos.

Estado e Prefeitura estão mobilizando esforços para combater o mosquito, mas é importante a participação de todos nessa luta. Vasos, garrafas, pneus, caixas d’águas destampadas: tudo pode ser um foco de reprodução do Aedes.

Você já verificou o seu quintal hoje? Uma atenção rápida e semanal aos detalhes da casa pode ser decisiva no combate a essas doenças. Que tal dedicar 10 minutos para checar seu terreno?

Fique atento aos possíveis focos do mosquito. Em caso de suspeita da doença, procure imediatamente o serviço de saúde mais próximo para a avaliação médica.

Desenvolvido por CMC Multimídia
Tamanho da fonte
Modo Contraste